FacebookJornalismo

Facebook e veículos de comunicação: aliados ou rivais?

O Facebook é, desde a fundação, a principal plataforma de distribuição de conteúdo digital no mundo em todas as áreas da comunicação. Entretanto, um fato emblemático colocou em xeque a presença dos veículos jornalísticos na mídia social.

Na quinta-feira (8), um dos maiores jornais do país, a Folha de São Paulo, anunciou a decisão de suspender as publicações em sua página no Facebook. Na reportagem, o periódico paulistano explicou que o principal motivo foi a diminuição do alcance orgânico das publicações no Facebook, com mais uma mudança de algoritmo.

Anunciada em janeiro, a nova modificação aumenta a frequência de publicações pessoais nos Feeds de notícias. Contudo, o grande resultado é a perda de espaço das páginas. Assim, precisam investir em propaganda paga para serem vistas.

Ainda na reportagem, a Folha de São Paulo responsabiliza a mídia social de Mark Zukemberg por favorecer a disseminação das já famosas “fake news”, em detrimento ao jornalismo profissional e de qualidade. Estariam os grandes veículos de imprensa deixando de ter o Facebook como aliado na distribuição de conteúdo?

Especialistas em marketing digital garantem que a geração de impulsão paga necessita de conteúdo e estratégias profissionais, que atraia o público desejado, a fim de “vender” o seu produto.

O fato é que os dois podem estar certos, pois a mesma linha de trabalho pode ser seguida por produtores de conteúdos com valores diferentes, ou seja, para o bem ou para o mal. A pergunta a ser respondida, então, é: Quem deveria investir em publicidade de conteúdo no Facebook?

Cada empresa tem suas prioridades que definem os investimentos. No argumento da Folha de São Paulo, o alcance orgânico das publicações estava em queda há alguns meses e já não era uma importante origem de tráfego de acessos para o portal de notícias.

Enquanto isso, meios de menor porte dependem quase que exclusivamente de acessos e da visibilidade oriundas do Facebook para sobreviver. Assim, vão ter que investir o pouco dinheiro que têm em propaganda para se retroalimentar.

É claro que esse assunto ainda dá muito pano para a manga e cada um vai ter o ponto de vista que é mais conveniente. Caro leitor, o blog quer saber: que caminho você vai seguir?

2 comentários sobre “Facebook e veículos de comunicação: aliados ou rivais?

  1. Muito boa a sua reflexão! A grande verdade é que todos estamos perdidos no meio dessa irreversível arena de conteúdo digital. Parabéns pelo blog!

    1. Oi, muito obrigado pela visita! Temos a aprender todos os momentos nessa área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *