FacebookJornalismo

Fake News: como identificar e fugir delas?

Fake News

“Que notícia você quer ouvir amanhã cedo?” Essa foi a pergunta que fiz no Facebook, ontem, por volta  das 19h. As respostas foram as mais variadas: impeachment ou renúncia do Temer, a prisão de Lula, o fim do mundo, ou a descoberta da cura da Aids.

Mas independentemente do que a maioria respondeu, o que elas disseram são um prato cheio para quem quiser fazer uma “Fake News”. Uma das principais características das notícias falsas é que correspondem a anseios de determinado grupo.

Então, se o que você viu uma informação que causou uma emoção muito grande, que deu vontade imediata de comentar e compartilhar, ligue o sinal de alerta antes: essa informação tem boas chances de ser uma “Fake News”.

Explico: quando você lê uma notícia dessas, a possibilidade de você acreditar naquilo é bem maior e, assim, também dar crédito a todas as informações ali mencionadas. Isso ocorre, pois, quando você lê uma notícia que espera muito, a tendência para acreditar é maior.

Para se certificar da autenticidade de uma informação, busque sites de notícias que a maioria das pessoas conhecem – de preferência mais de um. Se eles estiverem repercutindo, é verdade. Caso contrário, continue desconfiando.

É claro que nem todas as notícias serão falsas para sempre, mas se você acompanha aquele determinado assunto com frequência e a informação foge muito da realidade dentro de uma sequência lógica e estiver muito fora da casinha, procure o tema nos sites em que esteja acostumado a ler ou ver aquele tipo de conteúdo.

É bom lembrar que as notícias falsas são produzidas também por profissionais de comunicação e usadas por grupos políticos, ideológicos de esquerda, de direita, de centro ou sem noção que buscam atingir o lado adversário.

Assim, é bom deixar claro que as notícias falsas possuem as mesmas características e técnicas de uma notícia verdadeira. O que diferencia é a intenção de quem a idealiza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *